Comentários

(1.654)
Reinaldo Schumann, Consultor Jurídico
Reinaldo Schumann
Comentário · há 3 meses
Todo ser vivo, animal ou vegetal, é, naturalmente capaz de detectar as modificações do meio ambiente em que busca a satisfação de suas necessidades e se adapta, ainda que perca alguns indivíduos e deixe de gerar outros, para adequar a demanda aos recursos disponíveis. O mesmo ocorrerá com o Direito.
A verdadeira pergunta a fazer é ética, devemos permitir que tantos jovens sejam iludidos e ingenuamente cooptados, muitas vezes comprometendo seu futuro com empréstimos que jamais conseguirão honrar? Podemos dormir em paz, sem ao menos alertá-los sobre a armadilha em que estão entrando?
Parece-me que, independentemente da ordem, deveríamos nos organizar para fazer campanhas anuais, onde voluntariamente nos disporíamos a divulgar o tamanho do mercado regional, o número de portadores de carteiras da OAB desempregados, subempregados, exercendo outras profissões ou já desalentados, enfim esclarecer as condições atuais e futuras do mercado de trabalho para o operador de direito, em um pais que busca a racionalização e a simplificação das nações adiantadas.
Seremos certamente mal interpretados pelos jovens que pensarão temermos-lhes a concorrência, pela cadeia econômica composta pelas faculdades, cursinhos preparatórios para concurso público, produtores de material impresso e audiovisual e até da própria Ordem que perderá com seus concursos e as diversas tentativas de superá-los. A cadeia produtiva que vive de vender esta ilusão é grande e forte, possivelmente até consiga uma ou mais liminares para impedir a conscientização. É, contudo, um ato de caridade como tantos outros que diariamente praticamos em favor dos que precisam e nos custaria apenas organização, transporte e amor pelo próximo e seus familiares.
Reinaldo Schumann, Consultor Jurídico
Reinaldo Schumann
Comentário · há 5 meses
Voltar a tratar deste assunto em tão pouco tempo, visando principalmente atender as necessidades de um único réu, lendo a capa do processo, é, sem dúvida alguma, a desmoralização total, não só do STF, mas de toda a justiça brasileira.
Dar tal demonstração de desapreço a população brasileira, ao espírito da
constituição e ao desejo do constituinte, que jamais teve a intenção de estimular a criminalidade e a impunidade, poderá e, provavelmente, será interpretado com total desalento, um incentivo para que se faça justiça com as próprias mãos, já que o estado falha desesperadamente em levar os criminosos a cumprir sua pena.
Dar a sensação de impunidade, é isto que se faz ao impedir a possibilidade de prisão dos condenados em segunda instância, desalenta as vítimas, estimula os criminosos e incentiva ao crime, por não se ver a punição.
É disto que escapamos por pouco, mas, o STF é, hoje, o maior risco a democracia e a paz social no Brasil, se continuar a tomar decisões irresponsáveis e soltando criminosos odiáveis, acabará responsável pelo sangue que correrá em nossas ruas.
Reinaldo Schumann, Consultor Jurídico
Reinaldo Schumann
Comentário · há 5 meses
Vi, gostei, copiei e colei.

CARTA ABERTA AOS MINISTROS DO STF!

NÃO DEIXE DE LER. ESPETACULAR!

Marcelo Rates Quaranta.

” Eu Quero Agradecer, Em Meu Nome E Em Nome De Todas As Pessoas Comuns, Cidadãos Simples Do Meu País Como Eu, Pelas Últimas Decisões Tomadas Pelo Nosso Egrégio Supremo Tribunal Federal.

Sim, O Supremo Fez De Nós Pessoas Melhores Do Que Pensávamos Ser.

Quando Olhávamos Aqueles Ministros Sob Suas Togas, Com Passos Lento E Decididos, Altivos, Queixos Erguidos, Vozes Impostadas Ditando Verdades Absolutas E Supremas, Envoltos Numa Aura De Extrema Importância E Autoridade, Nos Sentíamos Pequenos, Minguados E Reles Plebeus Diante De Uma Corte Que Beirava O Sublime, O Inatingível E O Intangível.

Com Essas Decisões O Supremo Conseguiu Fazer Com Que A Minha Percepção Sobre Mim E Sobre Nós, Mudasse. Eles Não São Deuses. São Pessoas Tão Pequenas E Tão Venais, Que Qualquer Comparação Que Eu Faça De Mim E De Nós Em Relação A Eles, Seria Desqualificar-Nos A Um Nível Abissal.
Tudo Aquilo É Fantasia, Tudo Aquilo É Pose E Tudo Aquilo Não Passa De Um Teatro, Mas Nós Somos Reais.

Foi Aí Que Eu Vi O Quanto Somos Mais Importantes Que Eles! Enquanto As Divindades Supremas Encarnam Seus Personagens De Retidão E Lisura, Mas Com Suas Decisões Abduzem A Moral E Destroem O País (E De Quebra A Reputação Do Judiciário), Nós Brasileiros Comuns E Sem Toga Trabalhamos Arduamente Dia E Noite Para Construir O País, Ou Pelo Menos Para Minimizar Os Danos Que Eles Provocam.

Então… Como É Que Um Dia Eu Pude Vê-Los Como Sendo Superiores A Nós? Eu Estava Enganado. Nós Somos Muito Superiores A Eles, Mesmo Sendo Zés, Joãos, Marias, Desde O Pequeno Ambulante Ao Médico Ou Engenheiro. Nós Somos As Verdadeiras Autoridades, Porque Nossa Autoridade Não Foi Conferida Por Um Político Malandro Capaz De Tudo Com Uma Caneta. Nossa Autoridade Nos Foi Dada Pela Nossa Força De Continuar Tentando Fazer Um Brasil Melhor.

Fico Sinceramente Com Pena É Dos Advogados, Que São Obrigados A Chamar Esses Ministros De Excelência, Ainda Que Com A Certeza De Que Não Há Excelência Alguma Nos Serviços Que Eles Estão Prestando À Nação. Acho Que Deve Ser O Mesmo Sentimento De Ser Obrigado A Chamar O Cachorro Do Rei De “My Lord”.

Agora Eu Sei O Quanto Somos Bem Maiores Que Eles, Mesmo Sem Aquelas Expressões Em Latim E Doutrinas Rebuscadas Cheias De Pompas E Circunstâncias, Que No Final Significam Apenas Passar Perfume Em Bosta.
Se Há Alguém Realmente Importante No Brasil, Esse É O Excelentíssimo Povo Brasileiro, Que Apesar De Tudo É Obrigado A Sentir O Mau Cheiro Que Vem Da Grande Corte, E Mesmo Com Náuseas E Ânsia De Vômito, Tem Que Acordar Às 5 Da Manhã Pra Fazer Aquilo Que Eles Não Fazem: Produzir.

Obrigado, Supremo, Por Nos Mostrar Que Hoje O Rei Sou Eu E O Meu Povo”
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

ANÚNCIO PATROCINADO

Outros perfis como Reinaldo

Carregando

Reinaldo Schumann

Entrar em contato